2010/05/05

Como saber se devo ir embora do país?

“Para mim, a mudança de país se justifica quando você sente que, para inverter um argumento nacionalista, você é um cidadão de segunda classe no lugar onde nasceu. Nem todos sentem isso, o que é normal. Mas algumas pessoas, em algum ponto, começam a sentir que não importa o que façam, a vida vai ser sempre um pouco pior do que poderia ser porque os seus valores não combinam com os do resto da sociedade. Neste caso, ou você muda seus valores ou você muda para um lugar onde seus valores são mais compatíveis.

Eu não entendo muito o patriotismo e o nacionalismo. A única ligação entre mim e o Brasil é que eu nasci ali. Não é algo que eu possa realmente me orgulhar, pois não foi escolha minha. E não vejo por que razão alguém deveria ser obrigado a ter algum tipo de lealdade especial com um país por causa disso.”
Copiado do sempre ótimo Roberto Teixeira.

Exprime bem como penso a maior parte do tempo. Isso garante desconto na passagem pra fora?

Nenhum comentário:

Postar um comentário