2009/11/22

Nada se cria...

Minha sogra assina a revista Veja e esta foi a capa de uma de suas recentes edições:



Sentiu uma sensação de dejá vu? Eu também, e me lembrei da recente capa da The Economist:



Os "temas" são bem diferentes, mas é difícil acreditar em coincidência quando uma foi lançada em 12 de novembro e a outra em 11 de novembro (respectivamente). Quem copiou quem?

Pesquisei um pouco mais e, surpresa, nenhuma delas foi original:



2009/10/08

Don't be evil*, or not.

Não se pode negar que o Google tem vários aspectos mega-bogas e eles são capazes de provocar medo e/ou admiração nos que acompanham as atividades desta empresa.

Dia destes eles alardearam terem re-inventado o e-mail, e mais recentemente começaram à distribuir convites para o famigerado Wave.

Passado um pouco do furor e histeria, fui ler os termos de uso do serviço e os avisos legais começaram bacanas:

"Google does not claim any ownership in any of the content, including any text, data, information, images, photographs, music, sound, video, or other material, that you upload, transmit or store in your Google Wave account. You retain copyright and any other rights you already hold to Content which you submit, post or display on or through the Service."

Mas no meio do segundo paragrafo eles mostram suas reais intenções:

"By submitting, posting or displaying the Content, you give Google a worldwide, royalty-free and non-exclusive license to reproduce, adapt, modify, translate, publish, publicly perform, publicly display and distribute any Content which you submit, post or display on or through the Service for the sole purpose of enabling Google to provide you with the Service in accordance with its Privacy Policy."

Todos sabem, ou deveriam saber, que um dos principais negócios do Google é extrair e analisar informações sobre nós (individual ou coletivamente) e quanto mais fiel e profundamente usarmos seus serviços mais eles nos conhecerão.

Hmmm... Isso parece atentar contra a minha privacidade... Ok, go ahead, não estou fazendo nada melhor com ela agora mesmo. :-P

(*): aos incautos, este é o motto do Google. Veja mais aqui.

2009/09/23

Social Venn Diagram

Este diagrama me fez lembrar deste blog antigo (era este mesmo?) que, enquanto era procurado, me fez encontrar este blog novo. Ambos são recomendados pela novidade ou pelo revival.

2009/09/17

Homo sapiens machina

O megaboga Eduardo Spohr, um dos integrantes do MELHOR PODCAST DO MUNDO e autor do clássico nerd nacional A Batalha do Apocalipse (a.k.a. ABdA) acabou de sortear 3 exemplares autografados dele para as melhores sinopses enviadas para ele.

Digo acabou por que programei a publicação deste post para pouco tempo após o fim da promoção, para evitar plágio. Então para 'registrar' publicamente minha idéia (que pode virar um conto/livro/filme/série) e para servir de inspiração para vocês, colei ela aqui:
Título:"Homo sapiens machina"

Sinopse: Galvani descobriu que músculos reagem à impulsos elétricos. Matteucci provou que seres vivos geram energia elétrica. Ninguém imaginou que um ser humano controlaria sua emissão e recepção de corrente elétrica.

Evolução aleatória ou causada pelo excesso de estímulos, o que começou com inconvenientes choques em maçanetas e corrimões, causou a perda eletrodomésticos, computadores e empregos culminou na integração final entre homens e máquinas.

Dádiva ou maldição? Evolução ou aberração? Herói, anti-herói ou vilão? Hacker ou cracker? A única certeza é que a fronteira entre o mundo real e virtual não existe para ele.

2009/08/23

Regulamentação de profissões

Este ia pro twitter, mas excedeu os 140 caracteres, então virou um post rápido e sem nome aos bois pra não alimentar trolls:
Idealmente os mercados de trabalho deveriam ser “auto-regulamentados”, mas acho que assim como a regulamentação não funcionará 100% a ausência dela também trás problemas.
BTW, quanto mais incomodado mais rápido, intenso e agressivo se reage.

2009/08/19

Meus 15 retweets de fama, ou não!

Procurando um acrônimo recursivo para um projeto que está em vias de se tornar publico o mestre solta uma pérola. Com sua anuência, e rápido no gatilho, postei ela no twitter.

Algumas horas depois me surpreendi com a quantidade de itens no RSS da busca do twitter para o meu username:

  1. Andreyev D. de Melo
    andreyevbr GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix! (by @gnustavo)
  2. fernandoike
    fernandoike RT @andreyevbr: GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix! (by @gnustavo)
  3. Cesar Cardoso
    cesaraovivo RT: @fernandoike: RT @andreyevbr: GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix! (by @gnustavo)
  4. Eduardo Costa Lisboa
    elisboa RT @fernandoike @andreyevbr GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix!
  5. Daniel Duende
    danielduende RT @cesaraovivoRT: @fernandoike: RT @andreyevbr: GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix! (by @gnustavo) [e ainda rolava trocadilho!]
  6. eduardomacan
    eduardomacan #euri RT: @elisboa: RT @fernandoike @andreyevbr GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix!
  7. Leo Antunes
    costela boooa! RT: @eduardomacan @elisboa @fernandoike @andreyevbr GNU em pt_BR seria PNEU: Pneu Não É Unix!
  8. Fábio Emilio Costa
    HufflepuffBR RT: @cesaraovivo: RT: @fernandoike: RT @andreyevbr: GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix! (by @gnustavo) #euri
  9. Jomar Silva
    homembit RT @fernandoike: RT @andreyevbr: GNU em pt_br seria PNEU: Pneu Não É Unix! (by @gnustavo)
  10. Mobi Yabiku Neto
    bombox > @costela @eduardomacan @elisboa @fernandoike @andreyevbr GNU em pt_BR seria PNEU: Pneu Não É Unix!
  11. Fabio FZero
  12. Augusto Campos
    augustocc RT @fzero @bombox @costela @eduardomacan @elisboa @fernandoike @andreyevbr GNU em pt_BR seria PNEU: Pneu Não É Unix!
  13. osmano807
-- this quote was brought to you by quoteurl

Menos um degrau no plano de dominação mundial!

PS: Ok, ainda não deve ter dado os 15 retweets do título, mas acho que você não entendeu o trocadilho...

2009/08/13

Checklist da semana: f#didometro

Em dúvida se é um f#dido ou se apenas está na pior?

Inspirado pelo nerdcast 171: Coisas de f#udido listei as coisas citadas por eles, algo como um f#didometro.

Ter atualmente, já ter tido ou ter a expectativa de ter pelo menos 15 itens da lista abaixo te garante um certificado de f#dido confeccionado em cartolina, lantejoulas e canetinha hidrocor. Boa sorte, ou não!

• prédio com porteiro que ouve bolero
• 'girovisão' com centenas fios pendurados
• rack de computador com puxadinho pra teclado
• falar “ditocomia” e não “dicotomia”
• usar benjamin, a.k.a. T
• ausência de rodapé em casa
• amarrar fios com arame de pão de forma
• papel pardo, isopor ou vitral de Contact™ em vez de cortinas
• sofá de lona com flor em alto relevo ou impermeavel
• capas em geral (controle remoto, vaso sanitário etc)
• bicho empalhados, bonus para os mais fedidos
• teclado de computador enrolado com plático filme
• tampa de vaso sanitáro em acrilico com borboletas ou acolchoada
• sacola de supermercados com respectivo puxa-saco, bonus para os de crochê
• paninhos sobre e sob tudo, inclusive outros paninhos
• quadro de santa ceia, exceto vovós ou padres
• quebra-cabeça colados e emoldurados
• plaquinhas “aqui qui nóis come”
• artesanatos de durepox, papel machê ou biscuit
• pratos com salmos escritos, exceto vovós ou padres
• espelhos de banheiro de plástico com divisões em que não cabe nada
• escovas de dente em canecas ou copos
• lamber tampa de iogurte ou similares
• plantinhas de plástico com gotas de orvalho de cola de silicone
• aguar (diluir) produtos
• portas sanfonada de plástico
• mesa de plástico ou de aluminio de bar
• paredes concavas ou convexas
• manchas de parede com nome e festa de aniversário
• alugar casa pra temporada longe da praia no carnaval, bonus por pessoa por metro quadrado
• andar de ônibus
• ter vale-transporte para ônibus
• ter serviço e não emprego
• brigar pela quentinha com as sobras do almoço no restaurante
• beber cidra cereser, passaporte, professor e odete em festas
• petisco de ovos de codorna com molho rosé servidos na galinha de tela de aluminio
• salgadinhos espetados no abacaxi
• cadeiras cobertas com fantasminhas
• casar no cartório vestido pra igreja
• bolo com foto comestivel da pessoa
• saleiro e pimenteiro com carinha e bonézinho
• beber e dar um gole pro santo lamber do chão
• tomar rabo de galo na rodoviária as sete da manhã por R$1,5
• levar TV pra viagem/passeio
• carro de palhaço (mais de 4 pessoas no carro)
• suporte de copos de plástico em casa
• animais em frenesi ao sair de casa
• fila pra pagar carnê de loja que não aceita cartão de crédito
• cosméticos caseiros culinários
• roupas de cores citricas e justas
• fitinha do senhor do bonfim
• roupas e sapatos maiores pra durarem mais
• massageador de bolinhas de madeira no banco do carro
• sapatinho de bebê no retrovisor do carro
• qualquer coisa com franjinhas de retalho
• jornais por menos de R$1,2

2009/07/30

Hello IT. Have you tried turning it off and on again? *


Amanhã (31/07/2009) comemoramos a segunda data mais aguardada pelos geeks, depois do dia da toalha é claro, o 10th System Administrator Appreciation Day!

Peraí, não sabe o que é um sysadmin?

sysadmin

  1. Systems administrator; a person whose job it is to maintain computer or network systems.
Isso mesmo, fazer a internet, e-mail, anti-spam, backup, suíte office, e tudo mais relacionado a computadores funcionar!

Ou seja, se você consegue ler isto agradeça ao vários sysadmins, antes que eles se tornem BOFH!

(*): Roy no 1º episódio do The IT Crowd.


2009/07/13

Pessoas são recursos!

Li o post Pessoas não são recursos! no ótimo blog do Guilherme Chapiewski e, já que o comentário ficou grande e eu fiquei sem coragem de discordar anonimamente, vou postar meu comentário aqui também.

Acho que a discussão vai continuar por lá mesmo, mas o meu comentário segue abaixo mesmo assim:

Caracas, a discussão cresceu desde que li o post e consegui tempo pra vir aqui comentar... Vamos ver se consigo expor meu ponto de vista sem criar uma flame-war, uma vez que acho que serei o primeiro 'não-anônimo' a discordar de todos, acho.

Antes de tudo eu quero deixar claro que concordo que as pessoas merecem ser tratadas como tal, que podem 'render mais que 100%', que podem extrapolar suas 'capacidades até então conhecidas' e que dependem de condições e estímulos para se desenvolverem. Sendo até possível que mudem.

BTW, se assemelhando aos demais tipos de recursos (financeiro e instrumental) as pessoas também possuem limitações em variados aspectos.

Identificar e trabalhar, ou eventualmente apenas aceitar, as limitações de seus recursos de qualquer tipo aumentam a perspectiva de sucesso do 'projeto', não?

Também acho extremamente importante aproximar a TI do 'empirismo', do 'conhecimento sistemático' e do 'método científico' em geral. E acho que considerar-nos um tipo de recurso facilita o planejamento e controle das atividades e dos demais recursos.

Seria algo como se esforçar para "não depender de milagres mas também não se surpreender com desastres".

Além disto, acho que muitos só apresentam um rendimento excepcional sob certas circunstâncias bem especificas. BTW, procurar e promover estas circunstâncias deve ser avaliado sempre que possível e desejável.


2009/05/13

Investimento seguro em tempos de crise

No nerdcast 160 (Nerd rico, nerd pobre 2) o @azaghal perguntou ao convidado sr. Z qual o melhor investimento: terras, ouro, casas etc.

IMHO, ainda que a economia se recupere, o risco de nós (humanidade) fazermos merd@ está cada vez mais iminente.

Então, mesmo que eu não fume, já comecei a comprar e estocar cigarros, a única coisa que tem algum valor em qualquer futuro apocalíptico.

O que atesta a iminência de tempos incertos é que os providos de informações privilegiadas já começaram seus estoques, o que fez os preços dos cigarros subirem nos últimos meses!

Sugiro até atualizarem o protocolo Bluehand!

2009/04/26

Como NÃO atualizar seu N800

Fuçando onde não devia já brickei meu N800 duas vezes. Suspeito que tenha atualizado o X11, o kernel ou alguma biblioteca importante, mas como ainda não tomei vergonha tive tempo para investigar isso na emulação dele no QEMU preferi colocar os pacotes que ele quer atualizar em hold:

# for i in pre-installed-documentation-rx34 kernel-diablo-flasher libdb4.2 libglade2-0 libncurses5 libxcomposite1 libxml2 makedev x11-common xserver-xomap; do echo $i hold; done | dpkg --set-selections

# apt-get upgrade
Lendo lista de pacotes... Pronto
Construindo árvore de dependências
Reading state information... Pronto
Os pacotes a seguir serão mantidos em suas versões atuais:
kernel-diablo-flasher libdb4.2 libglade2-0 libncurses5 libxcomposite1 libxml2 makedev pre-installed-documentation-rx34 x11-common
xserver-xomap
0 pacotes atualizados, 0 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 10 não
atualizados.
Pronto, agora já posso usar o apt-get upgrade para atualizar os outros pacotes.

E você, já brickou o seu N800? Lembra como o fez?


2009/03/26

Watchmen's potato

watchmen Originally uploaded by andreyevbr
Ok, eu nem gostei tanto assim de Watchmen, mas durante o almoço de hoje minha cabeça explodiu! Veja a foto ao lado! Acho que ando lendo muito CCOO... PS: já sei, não entendeu nada? Veja isso.

2009/03/19

CLI to rescue!

Nunca precisei fazer uma planilha. Não que eu me orgulhe disso, mas é algo que eu quase tenho como um desafio pessoal, permanecer invicto contra o Excel e sua trupe. BTW, dia destes eu precisa adicionar o número da linha atual como o primeiro campo em um arquivo CSV. Já estava quase apelando quando achei o csvtool no apt-cache do ubuntu.

Meu arquivo era mais ou menos assim:
$ cat arquivo_1.csv
1997,"Ford","E350","ac, abs, moon",3000
1999,"Chevy","Venture ""Extended Edition""",,4900
1996,"Jeep","Grand Cherokee","MUST SELL!
air, moon roof, loaded",4799
O one-liner era esse:
$ for i in $(seq 1 $(csvtool height arquivo_1.csv ))
do echo -ne "${i},$(csvtool head $i arquivo_1.csv | csvtool drop $(( $i - 1 )) -)\n"
done > arquivo_2.csv

E na saída, voilá:
$ cat arquivo_2.csv
1,1997,Ford,E350,"ac, abs, moon",3000
2,1999,Chevy,"Venture ""Extended Edition""",,4900
3,1996,Jeep,Grand Cherokee,"MUST SELL!
air, moon roof, loaded",4799
Nada mal, não? PS: menos um post antigo na lista dos rascunhos

Hora da Planeta 2009

Hora do Planeta 2009.
Depois de ouvir o nerdcast #144 (A História da Terra) eu fiquei meio cético em relação à nossa suposta capacidade de destruir o planeta Terra.

BTW, podemos estragar muitas coisas e se já passei um dia todo com uma toalha no ombro por que não ficar uma hora sem eletricidade pensando e conversando sobre o aquecimento global e o impacto de nosso conforto nos recursos naturais e na vida das demais pessoas e animais?!

Alias, acho que esta é o maior retorno da hora do planeta: gerar discussão sobre o assunto, provocar a reflexão e quem sabe alguma mudança nos hábitos.

Eu me surpreendi ao descobrir que, mesmo sem muitos luxo, se cada pessoa no planeta adotasse o eu estilo de vida seriam necessárias 3 TERRAS para suprir as necessidades da humanidade.

Como o @Ebastos disse: "Não caiu a mão, não perdi a noção de tempo e espaço e, felizmente, não morri por passar uma hora no escuro."

2009/02/24

2009/02/12

Devolve me

Não, eu não errei a letra da música. Vim aqui só pra, atendendo à pedido, postar uma foto minha para matar a curiosidade de vocês:

Bom, na verdade não é bem uma foto minha (mas ninguém pediu nada também), embora pudesse ser a foto de meu tatatatatatatatatatatatatatatatatatatatatatatatavô.

Na verdade esta é a minha versão Australopithecus afarensis gerada pelo site Devolve me - Charles Darwin da The Open University em comemoração aos 200 anos do Charles Darwin.

Caso este não seja seu estágio evolutivo favorito ainda é possível mostrar como seria se ver no espelho como Homo Habilis, Homo Erectus e Homo Heidelbergensis. Ops, faltou algum? Eu não estou insinuando inaptidão alguma de sua parte, vá reclamar com a The Open University que inventou esta estória.

BTW, estou mais preocupado em como eu seria no próximo estágio...